Quanto você gasta de internet para assistir um vídeo no Youtube?

Assistir no Youtube

Por Adriano AoliAtualizado 18/06/2022

Veja Também

Transcrição

Você já parou pra pensar quanto você gasta do seu plano de dados, do seu pacote de internet quanto você está está assistindo um vídeo aqui no Youtube ou no Facebook, ou no Instagram, ou no Tiktok? Já parou para pensar nisso? Se você tivesse um pacote de 1GB quanto será que você conseguiria assistir de vídeo? Será que muito? será que pouco? Hoje nós vamos falar sobre isso!

Um vídeo é uma sequência de fotos que são tiradas várias vezes por segundo. Então quando você ver em algum lugar escrito FPS, frame por segundo, você já sabe que são várias fotos dentro de um segundo. Por exemplo, 29 FPS, indica que são 29 fotos por segundo. É isso que uma câmera de vídeo faz! Ela tira várias fotos por segundo junta elas, coloca uma na frente da outra e nós temos a ilusão de movimento.

Estas partes que estão paradas, tá vendo, esta minha prateleira, o computador, a lâmpada, elas não se mexem, então na transferência de dados há uma espécie de compactação, este é o nome técnico, e essas partes que estão paradas na imagem são enviadas com menos frequência. O meu rosto, minhas mãos, como estão com muito movimento, sim, elas são enviadas nesta frequência de 29 frames por segundo como eu falei aqui.

E porque eu estou explicando isso para você antes de chegar no valor correto? A quantidade de peso, de dados que é transferido varia muito de acordo com a imagem. Por exemplo, se nós tivermos uma imagem que se mexe inteira a quantidade de dados que é trafegada é muito maior; diferente de nós termos esta imagem minha aqui, eu estou parado basicamente, tem muita coisa parada em volta de mim então o arquivo é mais compactado, vamos enviar menos dados por segundo; e isso reflete diretamente no que você está assistindo.

Ou seja, quanto mais movimento tem a imagem, mais dados você vai consumir ao longo do caminho.

Eu simulei esta transferência de dados com uma imagem de TV Chuviscando.. Porque? Nesta imagem de tv chuviscando, tudo está em movimento, todos os pixels mudam com uma frequência muita grande. Aqui no Youtube, eu não sei se você consegue ver, mas quando você clica no ícone da engrenagem e depois você seleciona qualidade, você tem várias possibilidades de qualidade de imagem para você selecionar.

Quanto maior a resolução, maior nitidez você terá na imagem, porém maior a transferência de dados, maior o pacote de dados que você vai consumir. Para você simular ai na sua casa você fazer através do computador ou do celular. Pelo computador é muito mais fácil! Você abre o Youtube ou abre o Facebook, ou abre o Instagram, enfim, o aplicativo que você tem interesse, antes de reproduzir o vídeo, clica com o botão direito, depois clica em inspecionar elemento, e vai até a aba Network.

Nesta aba Network você verá os dados que são trafegados enquanto você assiste ao vídeo e lá você terá a somatória total de tudo que passou de dados para que aquele vídeo fosse exibido para você. Eu fiz várias análises, vários testes inclusive com imagens paradas, imagens em movimento e vou mostrar agora o resultado das medições que eu fiz com a imagem chuviscando.

Mas o que são todas estas resoluções? Imagine que esta tela seja formada por várias linhas.. É isso que acontece. Na resolução 144p é como se nós tivéssemos 144 linhas de tijolos que formam esta imagem. Quanto mais linhas nós temos, quanto mais fileiras de tijolos nós temos, mais nítida é a imagem. Para você assistir por exemplo no seu celular é bom você reduzir a qualidade para 144p para você poupar dados. Se você está no seu computador, via Wi-fi coloca a qualidade máxima ai para ver uma imagem bacana. Então vamos Lá!

Em 144p por minuto nós temos um gasto de mais ou menos 5,5MB. um plano de 1GB nós conseguiríamos assistir 3 horas de vídeo! Um Giga nós conseguiríamos assistir mais ou menos 3 horas de vídeo. Bacana né?! Dá pra assistir muita coisa em 3 horas.

Em 240p, 240 linhas na tela, nós teríamos 7 megas por segundo, duas horas e vamos pular agora para as resoluções que são mais usadas. 1080p nós teríamos 61 megas, quase 62 megas por minuto... olha como já saltou.. de 5,5 para 62 megabytes.

E com o mesmo plano de 1 giga nós apenas conseguiríamos assistir 16 minutos de vídeo. Olha que diferença. Então se você reduzir a resolução do seu vídeo você conseguirá assistir muito mais. De 144 você conseguiria assistir 3 horas e agora com 1080 pixels você conseguiria assistir apenas 16 minutos. Mudou hein! Mudou muito!

Com 1440p nós teríamos 83 megas por minuto e teríamos 12 minutos apenas em um plano de 1 giga. E com 4K que é a resolução do momento, muitas TVs de 4K, para cada minuto de vídeo são 190 megas...

É muita coisa isso! E você conseguiria assistir com um plano de 1 giga apenas 5 minutos. Olha a diferença, nós saímos de 3 horas e estamos indo para 5 minutos. Vale muito a pena você reduzir a qualidade quando você tiver usando seu 4g, seu 3g ou até mesmo o 5G que está chegando por ai. É muito bom que você reduza a qualidade para que você não sofra e consiga assistir muito mais vídeos, muito mais informação.

No Instagram eu consegui medir 5,6, que é o padrão médio dele de transmissão. Daria para assistir 3 horas em um plano de um vídeo e no Tiktok eu conseguir medir 6 megas por minuto, que daria 2,84, quase 3 horas de transmissão. No Facebook é a mesma coisa que no Instagram.

Se você tem o hábito de ficar rolando o Youtube, rolando qualquer outro aplicativo, as imagens também consomem e aqueles trechinhos de vídeos que são exibidos consomem e acabam sendo uma resolução intermediária... nem muito pouco, nem muito ruim para despertar vontade em você de assistir aquele vídeo. Então eu recomendo que se você tiver com o pacote pequeno de dados evite ficar passando assim o dedo para você não tenha um susto depois e acabe com o seu plano em apenas algumas horas.

Se ficou qualquer dúvida deixe aqui nos comentários, eu respondo para você! Se não for inscrito, se inscreva no canal! Curta, compartilhe porque esta informação vale ouro! Um abraço e até mais!

Descrição

Você já parou para pensar quando você gasta do seu pacote de dados ao assistir um vídeo no Youtube, Facebook, Instagram, Tiktok ou qualquer outra rede? Se você tivesse um pacote de dados de 1GB quantos minutos de vídeo você conseguiria assistir? Fiz esta conta para você!

Você já parou pra pensar quanto você gasta do seu plano de dados, do seu pacote de internet quanto você está está assistindo um vídeo aqui no Youtube ou no Facebook, ou no Instagram, ou no Tiktok? Já parou para pensar nisso? Se você tivesse um pacote de 1GB quanto será que você conseguiria assistir de vídeo? Será que muito? será que pouco? Hoje nós vamos falar sobre isso!

Um vídeo é uma sequência de fotos que são tiradas várias vezes por segundo. Então quando você ver em algum lugar escrito FPS, frame por segundo, você já sabe que são várias fotos dentro de um segundo. Por exemplo, 29 FPS, indica que são 29 fotos por segundo. É isso que uma câmera de vídeo faz! Ela tira várias fotos por segundo junta elas, coloca uma na frente da outra e nós temos a ilusão de movimento.

Estas partes que estão paradas, tá vendo, esta minha prateleira, o computador, a lâmpada, elas não se mexem, então na transferência de dados há uma espécie de compactação, este é o nome técnico, e essas partes que estão paradas na imagem são enviadas com menos frequência. O meu rosto, minhas mãos, como estão com muito movimento, sim, elas são enviadas nesta frequência de 29 frames por segundo como eu falei aqui.

E porque eu estou explicando isso para você antes de chegar no valor correto? A quantidade de peso, de dados que é transferido varia muito de acordo com a imagem. Por exemplo, se nós tivermos uma imagem que se mexe inteira a quantidade de dados que é trafegada é muito maior; diferente de nós termos esta imagem minha aqui, eu estou parado basicamente, tem muita coisa parada em volta de mim então o arquivo é mais compactado, vamos enviar menos dados por segundo; e isso reflete diretamente no que você está assistindo.

@2006 - 2021 - Adriano AOli

Criação de Sites - Criação de Sistemas

Todos os direitos reservados