Como fiz um Testador de pilhas com componentes fáceis de conseguir

Assistir no Youtube

Por Adriano AoliAtualizado 23/01/2022

Veja Também

Transcrição

Aqui em casa nós usamos muitas pilhas em brinquedos, chegando inclusive à incrível marca de mais de 30 pilhas por mês. Quando uma pilha acaba geralmente descartamos ela porém, será que aquela pilha pode ser utilizada em outro equipamento ou brinquedo ainda?

Pensando nisso, desenvolvi um medidor de pilhas que poderá mostrar com precisão o estado atual da pilha. Mesmo se você possuir em casa um multímetro, não seria uma tarefa tão fácil. Medir uma pilha com um multímetro induz a vários erros já que não há carga, não há consumo, então, geralmente é exibido um valor muito mais alto do que o correto.

A base do testador de pilhas que montei é o LM3915. Este circuito é muito utilizado em aparelhos de som, para acender luzes de acordo com a música, dando um efeito visual muito bonito ou até mesmo para medir se o nível de áudio está muito alto ou muito baixo.

Mas antes, se você não for inscrito no canal eu peço que por favor se inscreva. Neste canal eu falo de assuntos relacionados com eletrônica com consumo de energia, com eletricidade em casa, de uma forma muito descomplicada. Eu tenho certeza que você vai gostar!

Para deixar a montagem muito mais rápida, comprei um kit que contém a placa de todos os componentes para montagem de um VU de áudio. Com algumas simples adaptações poderei utilizar em meu projeto.

Como o manual está em chinês teremos que nos guiar pelas informações escritas nas placa. Inicialmente adicionei os resistores na placa nas marcações. A principal dica que posso dar é sempre começar a montagem pelos componentes baixos, depois ir para os médios e somente depois montar os grandes.

Se você não sabe ler resistores, você pode usar um multímetro para ajudar na leitura. Fiz a soldagem de todos os resistores. Uma boa solda é aquela que brilha! Se você não sabe soldar ainda, a dica que posso dar é encostar o ferro de solda na placa e no terminal ao mesmo tempo e ir colocando solda entre a placa e o terminal do componente. É necessário 1 ou 2 segundos para que a solda consiga aderir. Provavelmente você irá notar que a solda aderiu bem ao componente quando ela muda um pouquinho de forma.

Depois avancei para os dois capacitores cerâmicos, trimpot e conectores. Esta placa possui um soquete para circuito integrado, isso é interessante pois caso o circuito integrado se queime, basta puxar e trocar, não precisando soldar. Fiz a solda do soquete e então comecei a soldar os LEDs. O lado positivo do Led é o menor internamente, como os LEDs são transparente é fácil notar. Vou inverter a cor dos LEDs, os dois vermelhos deste kit irei colocar logo no começo, já que caso acendam indicarão um nível muito baixo da pilha.

Como irei alimentar este circuito com uma bateria de 9V removi o conector de alimentação e coloquei um conector de bateria de 9V. Com uma fonte de alimentação variável fiz um teste de funcionamento. Funcionou perfeitamente. Quando eu vario a tensão de entrada os LEDs se acendem de forma sequencial. Coloquei um multímetro na entrada de sinal desta placa e fui ajustando o trimpot com uma chave de fenda, de modo que o último LED só se acenda se passar um pouco de 1,5V que é a tensão de trabalho das pilhas.

Encontrei uma caixa de plástico transparente e resolvi usar ela para este testador de pilhas. Sendo assim, a forma mais fácil é trocar os LEDs de posição e soldar novamente perpendiculares à placa. Posicionei a placa dentro da caixa e furei com um ferro de solda. Parafusei com dois parafusos que já tinha para fixar no local.

Para que fique bem fácil testar peguei um suporte de duas pilhas e resolvi cortar ao meio para que ficasse por cima da caixa plástica. Após cortar o suporte, lixei ele para que aderisse muito bem. Passei super cola e depois de secar fiz furos com o ferro de solda para passagem dos fios da entrada da placa. Soldei diretamente um fio no conector de pilhas e o outro fiz uma emenda dentro da caixa, sempre soldando e usando termo retrátil para isolar muito bem.

Para que o teste não fique o tempo todo ligado, vou usar um micro interruptor. O teste acontecerá somente quando ele for pressionado. Fiz dois furos com o ferro de solda para passagem dos fios e soldei no micro interruptor o fio que ia para bateria. Para isso tive que interromper o fio vermelho da bateria e colocar o interruptor entre a bateria e entre a placa.

Note que mesmo quando uma pilha está sem carga alguma, o LED vermelho acende. Infelizmente não tenho como mudar isso já que é o Circuito integrado que faz todo o trabalho, então, o que posso fazer é colocar outro LED para indicar que a pilha está em TESTE. Adicionei então um LED em série com um resistor de 470ohms na entrada de alimentação da placa; desta forma, quando o interruptor de teste for pressionado o LED irá acender. Isso garante inclusive eu saber se a bateria de 9V está descarregada.

Como falei no começo deste vídeo, é necessário uma carga para que a leitura aconteça de forma correta, simulando por exemplo, que é um brinquedo ou aparelho que está consumindo energia daquela pilha. Para isso, removi novamente a placa da caixa plástica e soldei um resistor de 47 ohms na entrada de tensão. Este resistor irá simular o consumo de algum equipamento ou brinquedo e não deixará que uma pilha ruim passe despercebido indicando uma tensão mais alta.

Parafusei novamente a placa no lugar. Coloquei fita dupla-face para segurar a bateria no lugar.

Com tudo funcionando chegou a hora de calibrar o testador de pilhas.

Coloquei novamente a fonte de alimentação variável e fui verificando a tensão em que cada LED acendia e anotando em um papel.

Fiz um layout no computador para que fique mais agradável o uso e então imprimi em um papel adesivo. Fiz os cortes com um estilete e colei na tampa da caixa plástica.

Está pronto o testador! Agora poderei saber se uma pilha está ruim ou boa. Sem este testador, eu teria que testar as pilhas no multímetro ou ainda ficar tentando em algum brinquedo para funcionar... o que me tomaria muito tempo. Assim, posso testar sempre que quiser!

Obviamente, existem no mercado testadores de pilhas sensacionais. No meu caso, resolvi fazer um apenas por diversão e para mostrar para todos alguns detalhes que podem ser úteis em um projeto pessoal.

Então é isso, se você gostou deste vídeo, curta, e compartilhe com os seus amigos! Se não for inscrito, se inscreva no canal! Um abraço e até mais!

Descrição

Construí um testador de pilhas AA e AAA de 1,5V com base no circuito integrado LM3915. Com este medidor conseguirei testar rapidamente pilhas. Se fosse testar no multímetro correria o risco de achar que uma pilha está em boas condições mesmo não estando (sem carga).

Adicionei um resistor de 47Ohms na entrada de sinal desta placa e coloquei um LED que mostra se o testa está em execução.

Link da placa: (não me responsabilizo, não conheço o vendedor)

https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1202066021-vu-meter-10-leds-para-montar-ci-lm-3915-_JM?quantity=1

@2006 - 2021 - Adriano AOli

Criação de Sites - Criação de Sistemas

Todos os direitos reservados